Presidente do ISE Rafael Almeida recebe o juiz Gustavo Sirena e reúne com equipe do Instituto Sócio Educativo Alto Acre

por Helizardo Guerra em 4 de outubro de 2017

O diretor geral do ISE no estado acre em entrevista ao jornal De Frente com a Noticia o senhor Rafael Almeida fala das medidas tomadas para apoiar os menores e as famílias em suas recuperações ate o presente o estudo investiga a medida de ressocialização para os adolescentes em vulnerabilidade , que vem sendo trabalhado de maneira educativa conscientizando sobre seu atos e  com isso preparando para o retorno ao seio de suas famílias. Rafael destaca pontos trabalhados em conjuntos com profissionais preparados usando métodos pedagógicos e psicológicos, com leituras de livros para com isso a recuperação seja de forma que possa dar condições praticas ao menos logico sabendo das dificuldades de cada interno com intuito de melhorar a execução das medidas socioeducativas e ressocializar de fato o adolescente em conflito com a lei.
Diante de toda analise do trabalho, percebe-se que as medidas socioeducativas por si só não apresentam grandes resultados na ressocialização do menor , tem que haver a colaboração da família e da sociedade neste processo de inserção social, apresentando oportunidades no mercado de trabalho e incentivos na educação.
Segundo a Assistente Social do ISE  Viviane  o maior objetivo é em discutir a aplicabilidade das medidas socioeducativas aos adolescentes  que é prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente, e passar a observar se as medidas que vem sendo realizadas com objetivo de amenizar os sofrimentos e de forma mais eficazes ressocializar esse menores tendo um método local técnico com segurança e de forma promissoras esperadas.
O nosso trabalho é de inserir o menor com segurança a sociedade e devolver a sua família com consciência que o menor também e papel da família e que participe de forma direta.
A reinserção social desse adolescente que cometeu um ero de conduta  é primordial que  tenha oportunidade para ser reintegrado no meio social  vem sendo muito debatido pela justiça, no qual vem aumentando diariamente o egresso dos jovens para a sociedade sem a devida aplicação de ressocialização, ou voltam para as de reabilitação  piores do que entraram, pois a sociedade está passando por profundas transformações sociais, políticas e econômicas, como também nas relações familiares.
Assim, surgir às desigualdades sociais e desperta a ambição dos jovens menos favorecidos, às vezes impulsionado a praticar atos infracionais declarou Assistente Social Lidiane .
O jornal de frente com a noticia conversou também com a psicóloga Viviane Araújo que fez a sua avalição de forma positiva, pois os profissionais são capacitados com vastas experiências e os mesmos métodos usados em conjunto com os assistentes social são que sem os pais das famílias fica difícil trabalhar a recuperação desse menor, mais junto as famílias fica mais fácil poder ajudar e o mais importante é de fortalecer essa parceria que obviamente acaba sendo promissor e todos são beneficiados e todos ganham com a ressocialização do menor declarou a psicóloga Viviane Araújo .
Quem também compareceu foi o juiz de Brasiléia o senhor Gustavo Sirena que não quis comentar com a impressa a sua visita ao Instituto Sócio Educativo do Alto Acre.

Comentários

O Portal De Frente Com a Notícia informa aos seus leitores que não se responsabiliza pelas consequências jurídicas sobre as opiniões divulgadas nos campos de comentários, e que as postagens de conteúdo ofensivos serão excluídos da página.