Secretário de Meio Ambiente Ivam Ferreira Lima participa de Encontro dos membros do Conselho Deliberativo da Resex

Secretário de Meio Ambiente Ivam Ferreira Lima participa de Encontro dos membros do Conselho Deliberativo da Resex

O Secretário de Meio Ambiente e Turismo Ivam Lima está participando da Reunião ordinária do Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista Chico Mendes, em Rio Branco no Auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE).
A Atividade teve inicio nesta segunda-feira (09) e encerra nesta quarta (11).
Na reunião está sendo apresentada aos membros do Conselho a aplicação da ferramenta que possibilitará o Planejamento e Avaliação do Conselho, denominada Sistema de Indicadores Socioambientais para Unidades de Conservação na Amazônia (SISUC), que tem como objetivo o fortalecimento e sustentabilidade das ações inerentes a RESEX Chico Mendes.
Entenda a RESEX Chico Mendes:
O sindicalista Chico Mendes, dois anos depois de sua morte foi homenageado com a criação da Reserva Extrativista Chico Mendes, com mais de 930 mil hectares abrangendo os municípios de Rio Branco, Capixaba, Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri e Sena Madureira, todos no Acre.
Destinada à exploração auto-sustentável e conservação dos recursos naturais renováveis, por populações tradicionais, a Reserva Extrativista torna possível o desenvolvimento sustentável.
A Reserva Chico Mendes é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) que decide as ações a serem desenvolvidas em conjunto com os extrativistas.
Nos 46 seringais da reserva, atuam três associações que têm concessões para exploração de recursos naturais e as famílias moradoras se comprometem a não realizar atividades predatórias que descaracterizem os recursos naturais disponíveis.
Vivem na Unidade de Conservação cerca de 10 mil pessoas que tiram seu sustento da coleta de produtos florestais, da pequena agricultura de subsistência e da pecuária em pequena escala.
Vida digna para o homem que vive na floresta amazônica aliada à conservação dos recursos naturais.
Desde 2012, a gestão compartilhada da Resex reúne as ações de diversas instituições, governamentais e não-governamentais, responsáveis pelas políticas públicas socioambientais, reunidas em uma central de gerenciamento.
As ações propostas são validadas e monitoradas pelo Conselho Deliberativo da Reserva.
Foi o primeiro plano brasileiro de gestão compartilhada envolvendo um governo de Estado e o ICMBio, uma autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, responsável pela administração das UCs federais em todo território nacional.

Comentários

Comentários: 0